Toscano Brasil

Roteiros Personalizados para quem viaja com Essência e Estilo

Browsing Tag:

Leonardo da Vinci

VIGNAMAGGIO

Um lugar aconchegante instalado numa Fazenda de uvas, vinhos, azeitonas e azeites há mais de 600 anos.  Um dos locais mais bonitos da Toscana, na estrada entre Firenze e Siena, no coração de Chianti,  (veja o vídeo), esta fazenda de mais de 200 acres encanta por tudo o que lhe faz referência.

Uma Villa Renascentista está no cerne da fazenda, rodeada por jardins espetacularmente cuidados, que permeiam o caminho com espaço entre linhas de ciprestes, vinhas e oliveiras.

Ver o por do sol em Vignamaggio ou o amanhecer é, além de contemplar um espetáculo da natureza, ter uma experiência ímpar por estar entre essências florestais, ar puro, casas, casas de meeiros, o céu num tom rosa inconfundível, tudo isso situado numa paisagem imergida no verde, bosques, vinhedos, antigas aldeias, colinas circundantes. Simplesmente estar na Toscana !!!

Uma das mais importantes e antigas residências históricas da Toscana.

Foi construída no século XIV pela família Gherardini e é tradicionalmente o berço de Monna Lisa Gherardin, a famosa Mona Lisa retratada por Leonardo da Vinci. (veja também todo o histórico com ilustrações).

Os jardins italianos, a acomodação e a harmonia do seu panorama, constituem um lugar de rara beleza e uma paragem obrigatória para quem deseja mergulhar na paisagem Toscana.

Foi cenário do famoso filme:  “Molto rumore per nulla” (Muito barulho para nada), com Kenneth Branagh e Emma Thompson, Vignamaggio é capaz de envolver seus convidados em uma atmosfera onde o tempo parou.

Vignamaggio tem tudo para fazer da sua estadia uma experiência variada e agradável: você pode participar de uma degustação do excelente vinho e do azeite incomparável, produzidos na fazenda, além de degustações culinárias, visitas guiadas diárias aos jardins e adegas.

Os prédios rústicos, dispersos pela propriedade, foram restaurados e são agora luxuosos apartamentos.

 

ESTRADA: FIRENZE => SIENA

 

 

TODA A HISTÓRIA (com ilustrações):

Ieri & Oggi

1250

Gherardini, nobre família da Toscana, constrói seu próprio castelo em Montagliari, numa colina c/ vista para o vale do rio em Greve. Ao lado do castelo, a família constrói a Igreja de Santa Maria della Neve.

 

1300

Expulsos de Florença pelos Guelfos Negros, Gherardini instalou-se  permanentemente no Castello di Montagliari. Forçads pelo exílio, famílias brancas reúnem-se em vale de Greve para contrariar a hegemonia política dos Guelfos Negros, organizando ataques violentos para evitar o transporte de suprimentos e mercadorias para Florença.

 

1302

As pessoas da cidade de Firenze, cansadas de lidar com episódios de sabotagem, arrasando o Castelo de Gherardini, são obrigadas a deslocar-se do outro lado do vale, no Vignamaggio.

 

1400

Com o desenvolvimento económico e social da zona rural, o antigo povoado de Vignamaggio é transformado e torna-se uma mansão.

1404

O primeiro documento é redigido que atesta a presença de negócio do vinho do Vignamaggio:

O pergaminho de 1404 de Amidio Gherardini, assim vamos comemorar simbolicamente o início da história que vincula Vignamaggio à vinicultura, ao longo do caminho que começou há mais de 600 anos.

 

 

1421

Para pagar suas dívidas, o Gherardini são forçados a vender a propriedade para a família Gherardi…

 

 

1473

Leonardo da Vinci pinta  uma “paisagem com um rio”, notando que “Sta Maria della Neve”. A paisagem desenha talvez Santa Maria della Neve di Montagliari construído por Galt e poupado pelos Guelfos Negros durante a destruição do castelo, em 1302.

 

 

1479

Nasce Mona Lisa Gherardini, a nobre retratada por Leonardo da Vinci em sua mais famosa pintura “La Gioconda”.

 

 

 

1500

Neste período a Villa evolui ainda mais. No livro “povos e ruas dos capitães da Parte Guelfa» Fattoria di Vignamaggio é indicado no mapa da paróquia de San Niccolò um Montagliari.

 

1600

Andrea Gallardo mantém a fazenda por um longo tempo, comprando novas fazendas e aumenta a produção. Ao mesmo tempo, a Villa torna-se um animado centro cultural e artístico. Vinhas, pomares, olivais, cercam a mansão, que agora tem sua própria capela, o triturador, os fornos, o encantador pátio interior com um poço, os estábulos, o queijo diferente e os galinheiros.

 

1700

A fazenda produz e vende vinho, óleo, trigo, cevada, casulos, pombos, frutas, madeira. As fazendas que faziam parte do Vignamaggio foram 17 e todas estavam produzindo suas especialidades: avelãs da fazenda no Luco, com amêndoas e figos do termo.

 

 

 

1800

No início do século, toda a região sofre o dano de uma forte crise agrícola. Em 1831, o galante vende a Villa, que passou para as mãos de vários proprietários, ao longo do século.

 

 

 

1900

Vinhas e olivais são essenciais como paisagem quase única de Chianti na Toscana em detrimento de cereais pequenos campos e pomares. Desde 1926 Conti Sanminiatelli faz a Villa  Vignamaggio de um importante centro de cultural e artística. Em 1987, os bens passam à família Nunziante, que reestrutura edifícios e jardins, renovando as adegas e reabrem a propriedade para o público

 

OGGI

Em 2014 a gestão Vignamaggio passa para o arquiteto Patrice Taravella, que quer compartilhar não apenas como um lugar, mas como uma experiência de viver. Este conceito é combinado com o desejo de diversificar as culturas e revalorizar jardins e pomares.

 

 

As instalações do Vignamaggio proporcionam tudo o que poderia desejar de umas férias na paisagem Toscana.

Uma partida de tênis, um mergulho numa das piscinas exteriores, passeio a cavalo pela floresta ou apenas relaxe com um chá numa das histórias salas de estar.

Bicicletas estão disponíveis gratuitamente e as crianças têm acesso ao seu próprio parque.

O Vignamaggio possui um centro de spa, com uma jacuzzi sensacional e  banho turco.

Faça uma caminhada até ao rio, passeando por vinhas e olivais, ou simplesmente tome banhos de sol no terraço.

 

 

Curta a TOSCANO BRASIL @AHOBA VIAGENS 

Roteiros Personalizados para quem viaja com Essência e Estilo

 

  • (11) 95556-7788

 

http://www.toscanobrasil.com.br/

 

https://twitter.com/Toscano_Brasil

 

https://business.facebook.com/toscanobrasil/?business_id=1700787853502810

 

sp.toscanobrasil@ahobaviagens.com.br

 

 

A gente se vê por aí, em algum lugar do Universo !!!

 

Bacio,

 

Rey & Ká

 

POR QUE TOSCANO BRASIL? SAIBA MAIS

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Morei em Milano (Lombardia), mas minha paixão migrou para a Toscana. Temos um sponsor/partner e future trading partner: ERBARIO TOSCANO.

Erbario Toscano

Futuramente (quem sabe ASAP), teremos os produtos com nossa representação aqui no Brasil. Quando falo que minha paixão migrou para a Toscana estou me referindo a Medieval LUCCA.

Sou Ítalo-Brasiliano, amo os dois países, então juntamos os nomes da região onde pretendo viver daqui a uns poucos anos.

A ideia não é falar de mim e sim da TOSCANO BRASIL!!! E da Toscana. E seria uma bíblia imensa falar de toda a TOSCANA, por isso vamos focar em Lucca e Firenze.

LUCCA

Lucca é uma cidade italiana com aproximadamente 90.000 habitantes, capital da homônima província de Toscana. Fundada como um assentamento da Ligúria segundo alguns historiadores, enquanto outros acreditam que ele é de origem etrusca, e desenvolveu-se como uma cidade romana em 180 aC, contém muitas das características típicas dos tempos antigos. Na Época romana é também a primeira muralhas da cidade, à qual se juntava uma área quadrada na qual, durante o decorrer dos séculos, formaram o centro do poder político e religioso. E ainda tem o seu mais famoso filho, o músico: Giacomo Puccini (homenageado com uma bela estátua, na Piazza Cittadella).

Piazza Cittadella - Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Lucca é uma das principais cidades de arte da Itália, famosa mesmo além das fronteiras nacionais, principalmente por suas muralhas intactas do século XV-XVII, que descreve um perímetro de 4223 m em torno do núcleo histórico da cidade e é uma das quatro capitais das províncias italianas que possuem uma muralha renascentista intacta, junto com Ferrara, Grosseto, Siena e Bergamo. Na segunda metade do século XIX, tornou-se um agradável passeio a pé ou de bicicleta, e ainda é um a mais bem preservada da Europa, usada em séculos passados para fins defensivos (Note-se que até os anos 900, foram utilizadas a muralha – graças ao tamanho considerável da estrada – como um anel viário verdadeiro para o tráfego, muito pesado, em torno da cidade, o único exemplo no mundo das paredes deste tamanho e com este uso).

Como consequência, o centro histórico da cidade permaneceu quase intacto em sua aparência original, portanto, pode incluir uma variedade de méritos arquitetônicos, como as inúmeras igrejas medievais de grande riqueza arquitetônica (Lucca foi mesmo apelidada de “cidade das 100 igrejas,” pela presença de numerosas igrejas na cidade velha da cidade), e campanários, palácios renascentistas e monumentos de estilo de excelente linearidade.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

A cidade também possui belos espaços urbanos: a mais famosa é certamente a Piazza dell’Anfiteatro, construída sobre as ruínas do anfiteatro romano pelo arquitecto Lorenzo Nottolini e com arquitectura única.

Rua principal da cidade histórica é a estreita rua medieval Via Fillungo, que reúne as maiores lojas da cidade.

Outros locais também sugestivos são Piazza San Michele, o centro histórico da cidade e Piazza San Martino, centro religioso, onde há o famoso Duomo di San Martino.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Só por causa de sua imensa riqueza e monumentos históricos foi recentemente proposto que o centro histórico de Lucca conste da lista de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

A configuração atual dos muros de Lucca inclui a presença de seis portões que permitem a entrada da cidade. As portas do norte e no sentido horário, são as seguintes:

– Porta de Santa Maria (1592), que se abre para a Piazza Santa Maria

– Porta San Jacopo ala Tomba (1930), a porta mais recentemente, com a frente Piazza IV Novembre

– Porta Elisa (1811), atravessada pela Via Elisa, dedicada a Elisa Baiocchi

– Porta San Pietro (1565), em direcção à estação de trem

– Porta Sant’Anna, que abre para Piazzale Verdi

– Porta San Donato, perto da Praça San Donato

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Itália - Gastronomia - Alimentação - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

FIRENZE

Firenze (em português Florença) é a capital da Toscana e é considerada uma das cidades mais importantes do mundo por causa da sua beleza e de seus imponentes monumentos.

Roteiros Personalizados para quem viaja com essência e estilo

A Itália é belíssima, existem milhares de monumentos, igrejas, museus… mas sentar na frente da igreja central de Firenze é de encher os olhos de lágrimas tamanha sua beleza e riqueza de detalhes.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

CAMINHAR DO DUOMO ATÉ A PIAZZA DELLA SIGNORIA

Depois de recuperar o fôlego em frente ao Duomo, pegue à direita na Via dei Calzaioli, andando devagar, sem nenhuma pressa.

Continuando sempre na mesma rua, logo voce chegará naquela que é considerada a principal praça de Firenze: Piazza della Signoria.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Nesta praça é possível admirar grandes obras artísticas, como a réplica do famoso David de Michelangelo (o original está no Museu dell’Accademia), a Fontana de Nettuno, além do prédio da prefeitura de Firenze, conhecida como Palazzo Vecchio.

ATRAVESSAR A PONTE VECCHIO

Construída no I século antes de Cristo, reza a lenda que durante a 2ª guerra quando os alemães já haviam perdido a guerra e destruíam tudo aquilo que podiam, ao ver a beleza desta ponte não tiveram coragem de destruí-la. Repleta de joalherias e ourives é a mais bela ponte sobre o rio Arno, atravessá-la é um privilégio de poucos, portanto não deixem de visitá-la. É quase a 25 de Março deles (para quem conhece a famosa rua de comércio em SP).

Ponte Vecchio - Firenze - Florença - Itália - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

SUBIR NO PIAZZALE MICHELANGELO E OBSERVAR FIRENZE DO ALTO

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

SAIR PERAMBULANDO A NOITE PELAS RUAS DO CENTRO HISTÓRICO

Seja com os amigos, seja com a pessoa amada, Firenze à noite é màgica! A dica é fazer o mesmo percurso que você fez durante o dia, aproveitando a iluminação noturna dos monumentos.

COMER A FAMOSA “BISTECCA ALLA FIORENTINA”

Não existe nada mais tradicional do que a Bistecca alla Fiorentina: um verdadeiro ‘naco’ de bife que pesa algo entre 600 e 800 gramas de carne.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

ENTRAR NA CASA DE DANTE ALIGHIERI

Dante foi o maior poeta de todos os tempos, principalmente pela obra A Divina Comédia. E muitos não sabem mas, ele era fiorentino da gema (embora a história mostre que ele foi expulso de Firenze e nunca mais voltou em vida). E é possivel visitar sua casa, que virou o Museo Casa di Dante. O ingresso custa 4 euros e é possível contemplar diversas obras do poeta, incluindo alguns trechos da Divina Comédia.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

E ainda tem a Igreja onde teoricamente está enterrada o grande amor de Dante: Beatrice.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

A igrejinha de Santa Margherita era uma das menores e mais pobres igrejas do centro histórico de Firenze. A sua fama deriva do fato de ser a testemunha e a causa indireta do grande amor que nasceu no famoso poeta fiorentino Dante pela bela “Beatrice”.

Beatrice Portinari toda manhã saia da sua casa e ia até a pequena Igreja de Santa Margherita a rezar, acompanhada pela sua mãe Cecilia Caponsacchi.

Dante Alighieri, toda manhã, no mesmo horário, ia na mesma igrejinha e se apoiava na esquina do outro lado da estrada, para observar, escondido, a bela Beatrice pela qual acabou se apaixonando.

Poucas pessoas sabem, que naquela época, Dante e Beatrice eram apenas crianças e que o grande amor do poeta foi sempre puro e platônico.

Hoje, na pequena igreja de Santa Margherita, repousa os restos mortais de Folco Portinari, pai da bela Beatrice Portinari e da sua babá Monna Tessa.

Não se sabe ao certo se Beatrice foi sepultada na Igreja de Santa Margherita, mas também ninguém desmente. Existe uma lápide dizendo que sim, mas… Como Beatrice era casada com um membro da família Bardi, existe a possibilidade dela ter sido sepultada na Basílica de Santa Croce em Florença.

CONHECER O PALAZZO PITTI E SEUS MAGNÍFICOS JARDINS

Logo depois de atravessar o rio Arno, através da Ponte Vecchio, encontra-se o Palazzo Pitti, a maior residência de Firenze e também a mais majestosa. Composta de centenas de quartos e salas, hospeda também vários museus, e o maravilhoso Giardino di Boboli, verdadeira obra prima que reúne em seus diversos jardins várias esculturas e fontes nos seus mais de 45.000 metros quadrados.

Pallazzo Pitti - Firenze - Florença - Itália - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Florianópolis - Floripa - Santa Catarina - - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

ENTRAR EM QUALQUER UM DOS MUSEUS FIORENTINOS

Não importa se você gosta ou não de museus, em Firenze respira-se arte. Basta entrar no site oficial dos Museus Fiorentinos e escolher o seu. Na Accademia é possível visitar o verdadeiro Davi de Michelangelo, no Uffizi tem a famosa Venus e a Primavera (ambos de Sandro Botticelli), e assim por diante. Opção é que não falta!!!

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Hotéis em Florença

“Em Florença só tem edifícios antigos.”

É verdade que as cidades italianas são extremamente protetoras com o patrimônio histórico e, por consequência, sobra pouco espaço para novas construções. Mas por sorte, em Florença há sim modernidade podemos citar alguns (poucos) exemplos: Le Murate, Centro Comercial de Novoli, Palazzo del Tribunale di Giustizia, Opera Firenze, Igreja de São João Batista e Complexo Residencial CasaClima A.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Acredita que estes edifícios estão em Firenze?

“Em Florença só tem Renascimento.”

Sabia que no século XIV Florença era a terceira maior cidade da Europa? Sabia que a sua moeda de então, o fiorino d’oro, era considerado como o dólar de hoje? Se Florença pôde se tornar o “berço do Renascimento”, foi graças à sua prosperidade em época medieval! Basta pensar nos edifícios construídos nesta época e que são as principais metas turísticas da cidade: Duomo di Santa Maria del Fiore, Igreja de Santa Croce, Palazzo Vecchio, Igreja de Santa Maria Novella…

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

Mas se o que você quer ver é arte moderna e contemporânea, opção é que não falta: no último andar do Palazzo Pitti tem o Galleria di Arte Moderna com obras de 1700 a 1900; Na Piazza di Santa Maria Novella foi inaugurado em 2014 o Museo del 900′ com obras de 1800 e 1900; OPalazzo Strozzi e o Museo Salvatore Ferragamo costumam hospedar mostras temporárias de arte moderna; No Palazzo Medici-Riccardi, além do acervo permanente, também organizam mostras temporárias de arte contemporânea e fotografia.

Outro detalhe: O primeiro banco do mundo foi fundado na Toscana!!!!

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

O Monte dei Paschi di Siena é o banco mais antigo do mundo em funcionamento até hoje!

Fundado em 1472 pelos magistrados da República de Siena como um fundo de caridade. Seu nome inicial era Monte Pio, chamado Monte dei Paschi somente à partir de 1624 pois a renda das terras (pastos = paschi) eram usadas como garantia dos empréstimos agrários.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

O ourives é a figura mais remota do que hoje conhecemos por banqueiro. O ouro era a única moeda de câmbio e eles ofereciam segurança para guardar a fortuna dos nobres. Durante a Idade Média surgiu o que hoje conhecemos como cheque. Uma solução segura para transportar dinheiro durante as viagens comerciais pela Europa. O primeiro banco como conhecemos hoje só surgiu no Renascimento, em Gênova: o Banco de San Giorgio, fundado em 1406.

PAI DA PÁTRIA

Cosimo ganhou esse título pela grande influência política e cultural que exercia em Florença.

O discreto Giovanni di Bicci de Medici nasceu numa família modesta em Florença, muito cedo ficou órfão de pai e com uma pequena herança, compartilhada com cinco irmãos, fundou a poderosa e famosa dinastia Medici – família de banqueiros que viveu o seu apogeu e queda durante o século XV, na cidade italiana banhada pelo rio Arno. Pouco afeito à política, Giovanni passava os dias ensimesmado, conferindo os seus livros-caixa e preocupado com lucros e mais lucros – chegou a ter mais de 20 bancos espalhados pela Europa. A trajetória dessa família, de seu poder econômico e de sua influência na promoção da arte é contada pelo escritor britânico Tim Parks no livro O banco Medici.

Giovanni Medici já possuía uma respeitável fortuna em 1410 e era uma personalidade influente. Foi nesse momento de sua vida, raro momento de desvio de atenção de seus negócios, que ele se voltou ao cenário internacional. O motivo era importante e havia rentáveis favores a colher: o mundo vivia a expectativa do retorno do papado à Roma, depois do Grande Cisma, ocorrido na Igreja Católica, e Medici apostou que o novo papa seria um italiano, o que de fato se consumou. Em troca de seu apoio, as instituições religiosas de Roma e outras autoridades da Igreja passaram a fazer vista grossa para a usura (assim era chamado o empréstimo feito mediante cobrança de juros) e também passaram a utilizar os seus bancos. Uma troca de interesses perfeitamente bem casados. Religião, investimentos e arte estiveram assim intimamente interligados ao longo do século no qual perdurou o império bancário dos Medicis. A linhagem de banqueiros, em pouco tempo tornou- se uma dinastia real.

Cosimo, o filho de Giovanni, assumiu o comando das operações após a aposentadoria do pai e seguiram-se anos gloriosos. O sucessor ficou conhecido na Itália como o Pater patriae, o pai de sua pátria, pela sua influência política e artística em Florença. Cosimo era amigo de filósofos, pintores e arquitetos e se fazia rodear de mulheres. Sempre há risco quando se combina muitos negócios com muito prazer, mas o seu temperamento hedonista não o distraiu do objetivo principal de sua vida: ganhar mais dinheiro. Cosimo foi um dos mais importantes artífices da expansão e do enriquecimento do banco e da família nessa segunda fase de seu império financeiro.

O papel de mecenas cultural da família Medici fez de Florença o berço do Renascimento italiano, com artistas geniais como Leonardo da Vinci, Michelangelo Buonarroti, Dante Alighieri, Filippo Brunelleschi e Niccolò Machiavelli. O gosto pelas artes seria ainda mais valorizado pelo neto de Cosimo, Lorenzo, poeta e dono de um particular senso estético e cultural – ele foi um dos principais operadores de uma complexa rede de atividades culturais promovidas pelo banco. Para agradar à Igreja, Lorenzo financiou a restauração do mosteiro de São Marcos. Em troca, recebeu uma bula papal que o absolveu de seus pecados. Também pagou por San Lorenzo, a igreja da família Medici, e construiu o maior palácio particular da cidade. A essa altura, porém, as sucessivas guerras que assolavam a Europa e o crescimento do movimento contra a nobreza prejudicavam os negócios dos Medicis, identificados com esses interesses.

Os cinco Medicis

Mecenato Botticelli era um dos contratados dos Medicis.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

“Florença é pequena, dá pra fazer em 1 dia!”

A primeira parte desta afirmação pode até ser verdadeira, pois Florença conta com pouco mais de 550 mil habitantes e a maior parte do seu patrimônio histórico e artístico estão em distâncias que podem ser facilmente percorridas à pé! Mas a segunda parte é um erro dos grandes!!! Florença não é feita somente da Piazza Duomo, Piazza della Signoria, Uffizi, Accademia e Ponte Vecchio. Em 3 dias você não terá tempo nem de atravessar o Rio Arno pra conhecer Palazzo Pitti, os Jardins de Boboli e o Oltrarno!

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

“Na Toscana é tudo pertinho, dá pra fazer várias cidades em um dia só!”

Tire essa ideia da cabeça, só Firenze merece uns cinco(5) dias no mínimo.

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo

A maioria das estradas que interligam essas pequenas cidades da Toscana são internas, com limite de velocidade de 50 Km/h, e nem que você queira dá para ir mais rápido, pois elas são muito tortuosas. Logo, esses míseros 60 Km de distância, você irá percorrer mais de 1 hora. À parte tudo isso: slow travel. Não mais de 2 cidades por dia, combinado?

Lucca - Firenze - Itália - Toscana - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo
O Chianti no outono, inverno e verão.

Com isso creio que escolhemos um bom nome:  TOSCANO BRASIL,  o que você acha?

Viaje com essência e estilo, viaje TOSCANO BRASIL!

Viaje Toscano Brasil @Ahoba Viagens

A gente se vê por aí, em algum lugar do Universo!!!

Bacio!

Rey & Ká

Porcelino - Firenze - Roteiros Personalizados - Viagens - Turismo - Essência e Estilo